• HOME
  • WESLEY SATHLER

  • EXPEDIENTE
  • VALE A PENA LER DE NOVO
  • GALERIA

  • WS CHOICES



CONEXÃO NEGÓCIOS. Por Floriano Schneider

Publicado em 15/11/2018

O quanto você está conectado ao seu negócio?

Vivemos um momento em que o excesso de informação pode fazer mal aos negócios.
Os profissionais vivem conectados a um mundo virtual que, neste momento, considero perigoso. Existem muitas informações “just in time” ao alcance de um click, e os aparelhos celulares são responsáveis por 70% das informações lidas no mundo nos dias atuais. Nesse cenário, temos, entre vários, dois grandes problemas que, na minha opinião, estão prejudicando diretamente o processo de vendas.
Em primeiro lugar, considero estarmos perdendo a capacidade de nos concentrar porque paramos a todo momento para atualizar o WhatsApp, o Facebook, o Linkedin, as páginas esportivas, os noticiários... Ou seja, em vez de nos concentrarmos no planejamento do dia, estamos nos perdendo na falsa impressão de que os dias estão ficando cada vez mais curtos e/ou menos produtivos. 
Nas salas de espera, no metrô, no ônibus e infelizmente nos carros que dirigimos, estamos conectados em vez de concentrados. Temos muito a fazer, metas cada vez mais ambiciosas e um mercado cada vez mais competitivo. Nosso tempo vale ouro e nossas ações valem nosso futuro. Então por que estamos perdendo tanto tempo com informações que não nos levarão a nada? Sem contar com o levado índice de acidentes automobilísticos provocados pelos irresponsáveis usuários de smartphones no trânsito.
Para um profissional de vendas, esse comportamento é uma grande armadilha e está prendendo-o a um universo pouco produtivo. 
Em segundo lugar, estamos tão conectados a qualquer coisa que não se sabe mais ao certo o que é verdadeiro ou falso, as chamadas“fakenews”. Pior que só ler é discutir temas infundados ou levar assuntos não comprovados para os bate-papos iniciais de uma negociação. Em qualquer ambiente, interno, nos cafezinhos, por exemplo, ou externos, no “quebra-gelo”, comum nas salas de negócio.
Muito cuidado. Soltar uma informação infundada em meio a uma negociação pode levar você ao descrédito e a um desfecho prematuro. Às vezes, o tema surge e sua opinião ou posicionamento pode ser importante, mas concentre-se naquilo que pode controlar.
Tenho defendido a tese de que temos que MONTAR GUARDA NA NOSSA MENTE para dar significância só àquilo que podemos controlar. 
Não há como fugir desse cenário, mas precisamos usar a tecnologia a nosso favor. A tecnologia veio para simplificar, agilizar e unir as pessoas. Só precisamos estar atentos aos excessos e não perder tempo com aquilo que não nos traga benefícios. Lembre-se daquela máxima: tempo é dinheiro. E quando perceber que o dia está passando muito rápido, pense se não está perdendo tempo, quero dizer, dinheiro com as redes sociais.


Compartilhe: